Quando tudo começou...

Bom, "Lua". "Por que 'Lua'?", me perguntam. É simples. Meu nome é Lucy, um apelido bacana seria Lu, mas é tão usado que quis algo diferente. E a lua é linda, não concordam? Sempre fui fascinado por ela, como muitos outros. Sempre dona da expressão "fulano é de lua", descreve até mesmo meu humor, minhas fases, minha personalidade. Além de bela. Então resolvi ME chamar de Lua.

Me chamar, pois nunca alguém me deu apelidos carinhosos até o meu 3º ano do Ensino Médio. Só os ofensivos, mesmo. Ninguém me chamava muito por apelidos. Ficou algo meu, algo eu, algo Lua, meio solitário. Mas eu não me importei, era a minha inspiração, dentre outras.

Dei-me este carinhoso apelido por anos, mais especificamente 6 deles, em redes sociais de todos os tipos, esperando que "pegasse". Não pegou, até pouco tempo atrás...

A Lua sou eu...

Lago de lágrimas quentes derramadas
reflete minha face iluminada -
Lua cheia d'amores!

Minguam meus lábios salgados,
bebem da água,
do teu veneno.

Somem, derretem em
Nova face carregada
de sonhos,
escurecida em pensamentos

Cresço em suspiros despidos,
que incham minh'alma
e cercam meus desejos

Lua Cheia só, em meio ao breu...
A Lua sou eu...

(Serpe Afrasi) - 26/04/2007



1 comment:

Colorado_Bulldog said...

Sempre amei olhar a lua. Desde menino. Já não sou mais tão menino hoje. Mas o amor pela Lua só aumenta! Não só de olhá-la, mas de abraçá-la, beijá-la e dizer todo dia: te amo, Lua! *-*